Site do TRE-MT dispõe de diversos recursos de acessibilidade; saiba quais

Os recursos de acessibilidade do Portal estão disponíveis 24 horas por dia

TRE-MT ACESSIBILIDADE

O site do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso dispõe de diversos recursos que garantem aos cidadãos com deficiência auditiva ou visual (total ou parcial), com baixo letramento,  disléxicos, entre outros, o pleno acesso aos conteúdos disponíveis na plataforma.

 

No site www.tre-mt.jus.br o usuário encontra o sistema de inteligência artificial, conhecido como Rybená, que disponibiliza, em tempo real, o áudio em língua portuguesa e a tradução para a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

 

Para ter acesso ao recurso, o cidadão precisa clicar no ícone azul – símbolo de pessoa, no canto inferior direito da página, o qual dará acesso aos ícones de acessibilidade: O desenho de uma “mão” dá acesso a tradução por libras e o desenho de um “rosto de perfil” possibilita ouvir o áudio em língua portuguesa. O usuário deve selecionar qual recurso de acessibilidade deseja fazer uso e após, o sistema abrirá a caixa Rybena, uma personagem virtual. Daí é só selecionar o texto que deseja a tradução e apertar o símbolo de “play”.

 

Esses recursos de acessibilidade foram desenvolvidos de acordo com os padrões de acessibilidade adotados na administração pública, presentes no Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico (e-MAG), pela ferramenta AsesWeb (https://asesweb.governoeletronico.gov.br), atingindo uma média de 95,3%.

 

O presidente do TRE-MT, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha ressalta a importância da disponibilização de um portal acessível a sociedade. “A Justiça Eleitoral é uma prestadora de serviços públicos, é financiada pela sociedade e, assim sendo, tem por dever legal e moral de garantir a todo cidadão, independentemente de sua condição, o acesso facilitado de suas informações e serviços”.

 

A usuária Ivanete Teixeira, que é deficiente visual, elogiou as ferramentas disponíveis no portal. “Assim que entrei, consegui localizar facilmente o recurso de voz. Com ele ativado, entrei no espaço do eleitor. Acho importante o investimento em acessibilidade – acabo me sentindo respeitada como cidadã. Não somos invisíveis”.

 

Jornalista: Andréa Martins Oliveira

Últimas notícias postadas

Recentes