Cartórios Eleitorais realizam correições até dia 30 de outubro

O principal objetivo é aprimorar os serviços prestados à sociedade, por meio da verificação da regularidade dos trabalhos desenvolvidos pelos Cartórios Eleitorais

TRE-MT CORREIÇÕES ELEITORAIS

Os Cartórios Eleitorais de Mato Grosso estão realizando as correições ordinárias relativas ao ano de 2021. O prazo para a conclusão destes procedimentos termina no dia 30 de outubro. O objetivo é verificar a regularidade dos trabalhos desenvolvidos pelos cartórios com consequente aprimoramento dos serviços prestados à sociedade pela primeira instância da Justiça Eleitoral.

 

Nos dias 21 e 22 de outubro, por exemplo, a correição será realizada pela 39ª Zona Eleitoral, localizada na Casa da Democracia, em Cuiabá, das 8h às 13h30. A 39ª ZE abrange 98.904 eleitores residentes na capital. Já a 41ª Zona Eleitoral, localizada no município de Araputanga, fará a correição, entre os dias 18 e 22 de outubro, das 7h30 às 13h30. Estão incluídos nesta ZE os municípios de Araputanga, Figueirópolis D’Oeste, Indiavaí, Jauru e Reserva do Cabaçal, com o total de 24.429 eleitores.

 

Durante o período designado para os trabalhos correicionais poderão ser apresentadas reclamações, sugestões e comentários a respeito dos serviços prestados. O chefe do Cartório Eleitoral de Araputanga, Armistrong Rutilho Charbel Monteiro, frisa que o procedimento é importante para revisar as atividades realizadas. “É a oportunidade que temos de verificar se o trabalho está sendo feito de acordo com o que exige a Corregedoria Eleitoral e, assim, podemos aprimorar os serviços prestados aos eleitores”.

 

Quesitos analisados

 

Durante as correições são verificadas as regularidades de 382 quesitos, divididos em 20 categorias, dentre eles: se os horários de trabalho e atendimento ao público estão sendo cumpridos; se o cartório eleitoral possui os livros indispensáveis e se eles estão devidamente escriturados; se os processos têm trâmite regular; se os requerimentos de alistamento eleitoral (confecção do primeiro título) e os formulários de atualização de situação de eleitor estão sendo preenchidos, digitados e transmitidos na conformidade com a Lei; e se existem práticas viciosas, erros, abusos ou irregularidades a serem evitadas, coibidas ou sanadas.

 

As correições ordinárias cumprem a determinação da Resolução TSE nº 21.372/2003, que estabelece rotina para realização de correições nas zonas eleitorais do país, e os Provimentos CRE/MT nº 17/2012 e 1/2021, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT).

 

Jornalista: Nara Assis

Últimas notícias postadas

Recentes