TRE-MT disponibiliza urna de treinamento para eleitores em Chapada dos Guimarães; iniciativa será ampliada para todo o Estado

A urna ficará permanentemente à disposição de qualquer eleitor ou mesário que queira participar desse treinamento.

TRE-MT URNA TREINAMENTO DE CHAPADA DOS GUIMARÃES

Aos 20 anos de idade, Ana Luiza Lara Leite de Oliveira tirou seu primeiro título eleitoral. Além do alistamento, a jovem conseguiu fazer um treinamento na urna eletrônica, que está disponível na 34ª Zona Eleitoral (ZE) de Chapada dos Guimarães. A iniciativa, que visa promover ao eleitor acesso e conhecimento em relação ao equipamento, inicialmente será empreendida somente em Chapada, e em breve, se estenderá  aos demais cartórios eleitorais do Estado.

 

“A segurança da urna eletrônica é um assunto em pauta hoje. Muitos cidadãos que questionam seu funcionamento só têm contato com ela no dia do pleito. Ao disponibilizar a urna de treinamento nos cartórios eleitorais pretendemos mudar esse cenário e proporcionar ao eleitor o contato com o equipamento, permitir seu manuseio, oportunizar a realização de questionamentos e o esclarecimento de dúvidas. Os magistrados e servidores da Justiça Eleitoral estão preparados para repassar ao cidadão/eleitor as informações que ele busca”, ressaltou o presidente do TRE-MT, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha.

 

Ana Luiza aprovou a iniciativa. “Eu gostei muito de ter esse primeiro contato com a urna, pois nunca tinha votado, e acho muito importante educar as novas gerações para não se deixarem influenciar pelos outros, principalmente pelos nossos pais, na hora de escolher o voto. Com certeza, essa ação vai contribuir na conscientização dos jovens eleitores”.

 

A jovem eleitora demonstrou curiosidade sobre o funcionamento da urna, a transparência e o processo de votação, informações que foram esclarecidas pelo juiz eleitoral da 34ª ZE, Leonisio Salles de Abreu Junior, e pela chefe de cartório, Helma Martins da Cunha Bazán, no momento do atendimento.

 

Para o magistrado, disponibilizar a urna de treinamento traz muitas vantagens, mas a principal delas é permitir àqueles, que ainda não votaram, o contato com a urna, especialmente os jovens que procuram o Cartório Eleitoral para fazer o alistamento. “Acho muito importante que os eleitores consigam participar de uma votação simulada. Muitos têm o contato com a urna somente no dia da eleição, e isso pode gerar até um atraso na votação e filas. Também é uma oportunidade de esclarecer informações sobre a segurança da urna e lisura do processo”.

 

Ainda no sentido de fomentar o contato do cidadão com a urna eletrônica, a Justiça Eleitoral de Mato Grosso levará, por meio da Escola Judiciária Eleitoral, as urnas às escolas, para que estudantes do Ensino Médio e dos últimos anos do Ensino Fundamental tenham esta vivência.

 

Jornalistas: Andréa Martins Oliveira e Nara de Assis

Últimas notícias postadas

Recentes