Aproximação: TRE-MT fará reuniões trimestrais com partidos políticos

Grupo de mensagens para representantes partidários deve agilizar comunicação

IMAGEM MOSTRA A FACHADA NOVA DO TRE-MT

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) iniciou, nesta sexta-feira (14.05), um plano de aproximação junto aos diretórios regionais dos partidos políticos que atuam no Estado. Dentre as ações previstas no projeto, destacam-se a realização de uma reunião trimestral entre a Justiça Eleitoral e os partidos, assim como a instalação de um grupo de troca de mensagens instantâneas para disseminação de informação e solução de dúvidas.

“Estamos iniciando um trabalho de maior interação com os partidos políticos, com a população em geral. Vamos estabelecer um canal permanente de contato entre o corpo técnico do TRE e os partidos políticos, com reuniões periódicas, sem prejuízo de outros encontros para o tratamento de temas específicos, em especial os preparativos para as eleições de 2022”, destacou o presidente do TRE-MT, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha.

Sobre o grupo de troca de mensagens (Whatsapp), o desembargador explicou o seu funcionamento. "Será um canal específico para o envio de perguntas e respostas compartilhadas, para soluções rápidas. Todas as dúvidas serão sanadas desde que sejam pertinentes à matéria eleitoral, não podendo ser caso concreto. Vamos auxiliar os representantes partidários para que não errem nos processos, e assim, não sejam prejudicados lá na frente. No final, todos se beneficiam”.

Também participando da reunião, o juiz auxiliar da Presidência do TRE-MT, Luiz Octavio Saboia Ribeiro, adiantou que está trabalhando em novidades para o Tribunal. “A eleição do ano que vem trará uma série de desafios. Esperamos contar com os partidos políticos, advogados, contadores, todos como parceiros da Justiça. Estamos trabalhando para desenvolver um núcleo de conciliação com a temática da Justiça Eleitoral. Vamos convidar os partidos para participar deste processo. Esperamos chegar ao final dessa gestão com muita produtividade, que todos sejamos essenciais para que essa grande engrenagem funcione sem sobressaltos”.

Palestras

Foram realizadas quatro palestras durante a reunião. Foi apresentada a “Estrutura Interna” da Coordenadoria de Registros e Informações Processuais, seguida pela chefe da Seção de Registros e Controles de Diretórios que falou sobre “Anotação de Partidos Políticos e Filiação Partidária”. Logo em seguida foi ministrada a palestra “Consultas Eleitorais”, ofertada pela Seção de Análise Técnico-Processual, por último as “Competências Institucionais e as metas para 2021”, apresentada pela Assessoria de Exames de Contas Eleitorais e Partidárias.

Ao final do evento, foi aberto para que todos pudessem expor suas opiniões e mesmo sanar dúvidas sobre o conteúdo apresentado, entre as participações, o coordenador administrativo do MDB, Edder Wilson Pereira (Kiko MDB), destacou a questão da prestação de contas. “Essa questão da nova coordenadoria específica para prestação de contas partidárias é muito positiva. Acredito que é um avanço nacional. Participo em vários grupos nacionais, em outros Estados, e sempre há uma vinculação com o Controle Interno. Ter uma pasta específica certamente torna nosso contato mais direto e rápido. Outro ponto que chamou a atenção foi a fala do presidente. Ele foi enfático sobre a importância que devemos dar na luta contra a disseminação de fakenews, e também na defesa da urna eletrônica. Essa tecnologia começou no Brasil, é segura, plenamente auditável, e não deve ser usada politicamente”.

Para o presidente do TRE-MT, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, o assunto deve ser encarado como prioridade. “Os partidos têm uma grande responsabilidade no dia de votação, e na urna. Não precisa defender a urna eletrônica, só peço que não façam campanhas distorcidas, não ataquem o sistema eletrônico de votação e nem os candidatos adversários com fakenews, com inverdades, ou que deturpem o que foi dito, isso não leva a uma democracia ideal. Isso não é papel nosso, de brasileiro ordeiro e que quer ver dias melhores lá na frente”.

Participação

A reunião desta terça-feira (14.05) contou com a presença de 15 partidos políticos dos 28 registrados em Mato Grosso. Estiveram presentes no evento representantes dos partidos:

MDB/15,
SOLIDARIEDADE/77,
REPUBLICANOS/10,
PRTB/28,DEM/25,
PT/13,
PDT/12,
PSB/40,
REDE/18,
PSOL/50,
PROS/50,
PSD/55,
PTB/14,
NOVO/30
PCdoB/65


“Eu sempre valorizo muito a presença nas reuniões, e lamento por aqueles que perdem oportunidades de obter conhecimento como foi a reunião de hoje. São nestes encontros que os representantes partidários podem indicar os temas para serem tratados nas próximas reuniões. Lembrando que a responsabilidade do diretório central é muito grande, já que eles que vão repassar as informações destes encontros ao diretórios municipais. Agradeço novamente a todos e espero que na próxima reunião o número de participantes seja ainda maior”, concluiu o desembargador presidente do TRE-MT.


jornalista Daniel Dino
Assessoria TRE-MT

Últimas notícias postadas

Recentes