Youtube
facebook
Twitter
Rss
Flickr

Imprensa

9 de outubro de 2017 - 13h45

Elmaz gattas

Programa Voto Consciente: Partidos se unem para colocar em prática propostas

A Escola Elmaz Gattaz, de Várzea Grande, participa este ano do Programa Voto Consciente, no qual cinco partidos irão disputar uma eleição parametrizada. De forma inovadora, duas agremiações partidárias se uniram para colocar em prática suas propostas.

 

O Partido da Educação e do Meio Ambiente (PEMA) se uniu com o Partido do Direito à Vida e à Saúde (PDVS). “A união se deu porque os dois partidos têm a temática  parecida. Juntos promovem o Mutirão da Limpeza no ambiente escolar, que consiste em recolher materiais que possam servir como criadouro do mosquito da dengue. Estamos buscando trazer não só melhorias para a escola, mas para a comunidade local. Vamos levar o projeto para a comunidade local porque não é um assunto para ser tratado só em um lugar”. Disse a representante do PDVS, Vitória Soares.

 

Para o aluno membro do partido PEMA, Vinicius Henrique, “o mutirão da limpeza tem o intuito de realizar uma melhor higienização da escola recolhendo o lixo, a partir da primeira aula com alguns alunos do colégio que queiram realmente participar da limpeza e da manutenção que vamos fazer com esse mutirão”. “A finalidade do nosso partido é propor para os alunos a não sujarem o nosso ambiente escolar para não precisar limpar, antão propomos essa ideia para vermos o desempenho dos alunos e ensinar a todos que devem cuidar do meio ambiente”. Disse a aluna Elisa Cristina.

 

 

Já os alunos do Partido da Ética e Cidadania (PEC) realizaram várias apresentações de paródias de músicas juntando todos os partidos e alunos do ensino médio em uma engraçada apresentação, que teve o foco de crítica à política e aos políticos do Brasil. “Tivemos a inspiração baseada na corrupção e na política que estamos vivendo hoje, nós do PEC queremos uma mudança que seja iniciada na nossa escola, queremos que os alunos saibam o que é ética na política e com esse projeto, o Tribunal Regional Eleitoral está nos fazendo pensar no que é política, o que é corrupção”.

 

O estudante João Otávio do Partido da Cultura, do Esporte e Lazer (PCEL), participou do projeto de outro partido mostrando que não é porque ele faz parte de um determinado partido que ele não possa colaborar com por um bem maior, que é promover melhorias para a escola. “Nós tivemos uma iniciativa de trabalho para fazermos uma crítica à política que estamos vivendo hoje, como tem muita roubalheira e corrupção resolvemos criar uma paródia criticando tudo isso que vem acontecendo e mostrando que não estamos satisfeitos com essa politicagem”.

 

A aluna Rita Neponuceno do Partido do Respeito às Diversidades (PRD), falou. “Já desenvolvemos uma palestra sobre o bullying trabalhando sobre o respeito à diversidade para melhorar o relacionamento da escola. Sobre o Programa Voto Consciente é muito interessante e inovador, veio dar uma nova perspectiva sobre o que é a política para os alunos. Somando com a sociedade no geral e principalmente com a escola, com os jovens que serão eleitores nas próximas eleições, mas conscientes sobre a verdadeira política, como que funciona um processo eleitoral. Está sendo bastante enriquecedor para a escola, em geral”,disse a aluna Rita do PRD.

 

Por: Leonardo Mauro de Souza (estagiário de Comunicação, supervisionado pela jornalista Andréa Martins Oliveira)

 


Gestor Responsável: Assessoria de Comunicação Social +