TRE recebe visita de 140 acadêmicos de direito da Universidade de Cuiabá

O presidente do TRE, desembargador Márcio Vidal deu boas-vindas aos estudantes e explanou sobre a composição do Pleno e a função de cada membro.

TRE-MT VISITA GUIADA UNIC

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso recebeu nesta terça-feira (15/05), para uma visita guiada, cerca de 140 acadêmicos do curso de Direito da Universidade de Cuiabá – campus Beira Rio. Os visitantes assistiram à sessão plenária, receberam informações dos membros do Pleno e conheceram algumas unidades do Tribunal, o depósito de urnas e o Memorial da Justiça Eleitoral.

 
O presidente do TRE, desembargador Márcio Vidal deu boas-vindas aos estudantes e explanou sobre a composição do Pleno e a função de cada membro. "Esta é uma oportunidade para vocês conhecerem a Justiça Eleitoral, que é uma justiça especializada com grande importância para a sociedade e para a Democracia. É uma oportunidade de capacitação para vocês que poderão ser, no futuro próximo, assessores, procuradores de qualquer esfera, magistrados, membros do Ministério Público, entre outros. A sociedade precisa de profissionais capacitados. Um bom operador de Direito precisa dominar todas as áreas, política, econômica, história, antropologia, entre outras, para que possa contribuir efetivamente para a evolução do sistema brasileiro. Vocês são o presente e o futuro, portanto, prossigam nos estudos".
 
O vice-presidente do TRE e corregedor regional eleitoral, desembargador Pedro Sakamoto, explicou aos acadêmicos algumas das finalidades da Justiça Eleitoral. "A espinha dorsal dessa justiça especializada é combater todas as formas de fraudes eleitorais, bem como o abuso do poder econômico e político, como forma de garantir a igualdade entre os candidatos. Queremos que todos os candidatos tenham as mesmas oportunidades, não importando se é pobre ou rico, autoridade pública ou não. Além disso, compete a Justiça Eleitoral preparar e realizar as eleições. Levamos, por exemplo, as urnas eletrônicas aos lugares mais distantes e de difícil acesso para assegurar a todos os eleitores o exercício do voto, sem nenhuma intercorrência".  
 
O diretor geral do TRE, Nilson Fernando Gomes Bezerra, pediu o apoio dos acadêmicos no combate das irregularidades eleitorais. "Em todo o Estado há mais de 2,3 milhões de eleitores distribuídos em 141 municípios, nos quais há 1.500 locais de votação. O nosso quantitativo de servidores, incluindo requisitados, terceirizados e estagiários é pouco mais de 500. Desta forma, seria impossível, sozinhos, combater todas as irregularidades e ilícitos eleitorais. Precisamos do apoio da população, a qual pode nos ajudar fazendo usos das ferramentas tecnológicas criadas pelo nosso corpo técnico, como o Pardal, o Caixa 1 e o Soberano".
 
O acadêmico Mateus Bozetti Lourenço agradeceu pela oportunidade de adquirir conhecimento. "Essa visita foi produtiva. Os juízes e desembargadores explicaram como funciona a Justiça Eleitoral. Eles foram muito prestativos e comunicativos ao ensinar. Adquiri conhecimentos. Nós temos em sala de aula a parte teórica, mas não temos a prática e é difícil o acesso. Com a organização dessa visita vimos de forma prática como funciona e adquiri conhecimentos".
 
Outro acadêmico que considerou a visita uma excelente oportunidade para adquirir conhecimento é o David de Oliveira Caetano, que pretende fazer concurso para o Ministério Público. "É o meu primeiro contato direto com a Justiça Eleitoral. É importante sabermos tanto as informações formais quanto conhecer o espaço físico. O contato visual prende a atenção e possibilita o aprendizado. Aprendi a composição do Pleno que é dinâmica, com membros oriundos da advocacia e das Justiças Eleitorais e Estaduais".
 
A acadêmica Melina Correa da Costa Marques já conhece um pouco da Justiça Eleitoral pois trabalha como mesária voluntária. "Estamos num momento político crítico. Com escândalos de corrupção. É importante saber como a Justiça Eleitoral pode combater os ilícitos eleitorais e como podemos ajudá-la, utilizando os aplicativos. Eu gostei do Pardal e vou baixá-lo. A visita técnica nos faz enxergar tudo".
 
Jornalista: Andréa Martins Oliveira

Curta a página do TRE-MT no facebook: https://www.facebook.com/tremtoficial/

Acesse o Flickr do TRE-MT: https://www.flickr.com/photos/tre_mt/

Acompanhe o TRE-MT pelo Twitter: www.twitter.com/oficial_tremt

Siga o TRE-MT no Instagram: https://www.instagram.com/tre_mt


Últimas notícias postadas

Recentes