Fórum da Propaganda Eleitoral nas Mídias Sociais deixa documento em benefício da coletividade

discutindo as propostas surgidas nos três workshops realizados ao longo do dia

TRE-MT SEGUNDO DIA FINAL

Com propostas de trabalho e ações definidas para enfrentar as fake news nas eleições 2018, terminou nesta sexta-feira (02/03) o Fórum Nacional – Propaganda Eleitoral nas Mídias Sociais, realizado pelo Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais do Brasil, em Cuiabá (MT).

Os 150 participantes permaneceram até pouco mais das 18 horas desta sexta-feira,  discutindo as propostas surgidas nos três workshops realizados ao longo do dia. "Trabalho com este tema há pelo menos seis anos e aqui percebi o quanto cada um se dedicou, o quanto pessoas bem preparadas como magistrados, procuradores eleitorais, profissionais da área de tecnologia da informação e assessores de comunicação se debruçaram sobre o tema. Sobrevieram fatos e análises que não se traduzem em um simples documento final. É claro que temos um produto prático desta experiência. Contudo, eu não poderia desprezar o quanto esse caminho que percorremos juntos fez com que nós crescêssemos. Agradeço a vocês por esta experiência. O percurso, muitas vezes, supera o produto em si", disse o professor doutor e pesquisador Diego Rais, da Universidade Mackenzie, um dos coordenadores do evento.

No encerramento do Fórum Nacional, o presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais do Brasil e do TRE-MT, desembargador Márcio Vidal, ressaltou que desde o início ele havia pensado em um evento que permitisse a troca de experiências, mas que também se traduzisse em um produto prático em benefício da sociedade. "Todos nós estamos aqui custeados com recursos públicos que precisam ser devolvidos à sociedade em forma de serviços de qualidade. A produção desse documento é importante, pois iremos publicá-lo para que seja uma ferramenta útil aos juízes da propaganda eleitoral de todo o país, em benefício de todos".

Na plenária final o resultado do primeiro painel, intitulado "Robôs, fake news, junk news e big data -  desafios da Justiça Eleitoral", foi apresentado pelo pesquisador Diogo Rais e pelo juiz-membro do TRE-MT, Mário Kono.

O resultado do workshop relativo ao segundo painel, intitulado "Como dar efetividade, na velocidade exigida, às decisões liminares", foi apresentado pelo advogado e cientista social Daniel Falcão, pelo juiz membro e coordenador da propaganda eleitoral no TRE-MT, Paulo Sodré, e pelo corregedor do TRE da Paraíba, desembargador Romero Marcelo.

Também na plenária final apresentaram os resultados do terceiro painel a advogada eleitoralista Juliana Freitas, o juiz-membro do TRE-MT, Jackson Coutinho, o desembargador Davi Lima, do TRE de Alagoas, e servidores do TRE-MT.   O terceiro painel tratou do tema "Investigação judicial e fiscalização: procedimentos de investigação no ciberespaço".

 

Curta a página do TRE-MT no facebook: https://www.facebook.com/tremtoficial/

Acesse o Flickr do TRE-MT: https://www.flickr.com/photos/tre_mt/

Acompanhe o TRE-MT pelo Twitter: www.twitter.com/oficial_tremt

 

Últimas notícias postadas

Recentes