Em Rondonópolis, Audiência Pública da Cidadania reforça necessidade de participação popular na política

“Não existe salvador da pátria; nós é que vamos ter que resolver juntos os problemas da sociedade”, diz presidente do TRE

TRE-MT AUDIENCIA RONDONOPOLIS

A democracia brasileira foi o foco central do debate realizado nesta sexta-feira (03.08) pela Justiça Eleitoral no município de Rondonópolis. Trata-se da Audiência Pública da Cidadania, que reuniu juízes eleitorais e autoridades para apresentar os conceitos básicos das eleições do Brasil, assim como, principalmente, a importância da participação popular em todos os processos democráticos, o papel da pessoa enquanto cidadão.  


“Não existe salvador da pátria. Nós é que vamos ter que resolver juntos os problemas da sociedade. A cidadania é a célula vital da sociedade, de todos os seres humanos do planeta. Cidadania gera política, que gera democracia. Precisamos prestar muita atenção no que está sendo prometido nas eleições. Qual é o projeto deste candidato, como ele irá implementar esta ação. Democracia não é só votar, precisamos de uma democracia representativa. Precisamos de transparência das ações, de controle social. A corrupção acontece porque os controles falham, tanto internos como externos. Se você não se interessar por política, saiba que outras pessoas se interessam, e são elas que decidem a sua vida”, destacou o presidente do TRE-MT, desembargador Márcio Vidal.

No mesmo sentido, a juíza eleitoral do município, Tatyana Lopes de Araújo Borges, falou sobre a importância da reflexão individual. “A Constituição é clara ao dizer que todo poder emana do povo, que deve eleger os seus representantes. É uma responsabilidade que precisa estar clara para todos nós, sobre a importância da reflexão na hora de votar, na hora de dizer quais serão os políticos dos próximos quatro anos. Vivemos um momento de muita tensão e intolerância no Brasil, uma cultura do ódio ao invés do diálogo, do amor e compreensão. Eventos como este dão oportunidade para ouvir o outro. Quando votamos temos que pensar na sociedade, em toda a coletividade”.

Entre os presentes no evento, que foi realizado no Fórum de Justiça, a secretária de Educação do município de Rondonópolis, Carmen Garcia Monteiro, valorizou a presença dos membros da Justiça Eleitoral.“Estas Audiências Públicas abrem um debate fundamental em nossa sociedade. Fazem com que fiquemos mais familiarizadas com o assunto. É uma oportunidade de estarmos discutindo a importância da democracia e com isso levar este conhecimento para o nosso dia a dia”.

Para o membro da igreja Católica, Dom Juventino Kestering, toda a iniciativa que envolve a cidadania possui grande valor. “Precisamos refletir sobre a qualidade da política, a corrupção, o sistema eleitoral e todos os elementos da corrente. Somente com a participação da população neste debate vamos melhorar o Brasil. Essas audiências tem que se multiplicar para termos um futuro melhor”.

O advogado Stalyn Paniago Pereira, presidente da subseção da OAB Rondonópolis, parabenizou o Tribunal Regional Eleitoral pelo evento em Rondonópolis. “Audiências como essa confirmam a postura de vanguarda do TRE-MT, capitaneada pelo desembargador Márcio Vidal. Nós debatemos informações, tivemos o despertar da necessidade de uma consciência eleitoral, que o povo se manifeste de forma consciente nas próximas eleições na busca de melhoria e mudanças, que é o que todos queremos enquanto cidadãos”.  

As Audiências Públicas da Cidadania já foram realizadas nos municípios de Alto Taquari, Tangará da Serra, Mirassol d'Oeste e Barra do Garças.

Ainda neste ano estão previstas audiências em Tangará da Serra (10/08), Cáceres (17/08), Sinop (31/08) e Cuiabá.

Curta a página do TRE-MT no facebook: https://www.facebook.com/tremtoficial/

Acesse o Flickr do TRE-MT: https://www.flickr.com/photos/tre_mt/

Acompanhe o TRE-MT pelo Twitter: www.twitter.com/oficial_tremt

Siga o TRE-MT no Instagram: https://www.instagram.com/tre_mt/


Matéria: Daniel Dino
Assessoria TRE-MT


Últimas notícias postadas

Recentes

NOTA DE PESAR

Aos 62 anos de idade, atualmente ocupava o cargo de deputado federal eleito pelo Estado de São Paulo