TRE e TRT iniciam compartilhamento de prédios

O objetivo é oferecer um melhor ambiente de atendimento a sociedade, reduzir o custeio da máquina pública, e ainda garantir um espaço físico mais adequado aos servidores.

O objetivo é oferecer um melhor ambiente de atendimento a sociedade e reduzir o custeio da máqui...

A Justiça Eleitoral de Mato Grosso iniciou, neste mês de março, o efetivo compartilhamento de prédios com a Justiça do Trabalho nos municípios de Campo Verde, Juara e Sapezal. O objetivo é oferecer um melhor ambiente de atendimento a sociedade, reduzir o custeio da máquina pública, e ainda garantir um espaço físico mais adequado aos servidores. Dessa forma, os cartórios eleitorais destes municípios deixam os imóveis locados e passam a prestar serviços nos prédios da Justiça do Trabalho.

“Houve uma grande restruturação na Justiça do Trabalho que mudou a dinâmica do atendimento à população, da mesma forma isso aconteceu na Justiça Eleitoral, principalmente com a chegada do processo eletrônico na primeira Instância. Os prédios da Justiça do Trabalho possuem plenas condições de abrigar as Zonas Eleitorais. Nós vamos fazer todo o custeio das unidades, assumir as despesas de manutenção e eventuais reformas necessárias”, destacou o presidente do TRE-MT, desembargador Gilberto Giraldelli.

Para o diretor geral do TRE-MT, Mauro Diogo, este é um caminho que deve ser mantido. “Nós calculamos uma economia anual superior aos R$ 65 mil apenas nestes três prédios. O TRT também vai registrar uma grande economia. Então são dois órgãos públicos que vão manter a prestação de serviços, em um ambiente adequado, e ainda reduzindo custos. Já estamos avaliando a mesma situação em Querência”.

Chefe de Cartório Eleitoral em Campo Verde, Sheila Lopes de Amorim Donadon, falou sobre a mudança. “Iniciamos a mudança no dia 03 de março e tem sido muito bom. O prédio é amplo, possui estacionamento para os eleitores, uma sala dedicada a guarda de material de expediente, com uma boa iluminação, banheiro separado para o eleitor e para os servidores, ou seja, tudo que estávamos precisando. A localização é muito boa, próxima ao fórum, então foi uma mudança que só trouxe avanços”.

O atendimento da Justiça do Trabalho segue sendo realizado por varas itinerantes do trabalho, sendo que as audiências são realizadas em datas pré-determinadas.

Daniel Dino
assessoria TRE-MT

Últimas notícias postadas

Recentes