COPTREL: Diretores Gerais dos TREs discutem modernização da Justiça Eleitoral

O presidente do Coptrel e do TRE-MT, desembargador Márcio Vidal participou da abertura do encontro dos diretores gerais, ocasião em que pediu a união de todos para o fortalecimento da Justiça Eleitoral.

Foto Coptrel

Os diretores gerais dos Tribunais Regionais Eleitorais de todo o país se reuniram nesta quinta-feira (12/04) para discutir diversos assuntos de interesse da Justiça Eleitoral. A reunião aconteceu no Rio Grande do Sul, durante o 72º Encontro do Colégio de Presidentes dos TREs (COPTREL).

Entre os assuntos abordados pelos diretores na reunião estão: o uso do Processo Judicial Eletrônico nas Eleições 2018, a autonomia administrativa dos TREs em relação ao Conselho Nacional de Justiça; a implantação da política de Governança na Justiça Eleitoral, a reestruturação orgânica da Justiça Eleitoral, a suspensão da impressão de título de eleitor e a implantação do Documento Nacional de Identificação (DNI).

Também foram discutidos os efeitos do Novo Regime Fiscal (Emenda Constitucional 95) na gestão dos TREs e auditoria integrada em anos eleitorais.

O diretor do TRE-MT, Nilson Fernando Gomes Bezerra participou do evento, que segundo ele, é importante na medida em que traz de forma conjunta, soluções para as principais demandas da Justiça Eleitoral. “A solução de muitos problemas na gestão somente consegue ser implementada com a conjunção de esforços de todos os Tribunais”.

 O 72º Encontro do Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais (Coptrel), acontece Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, nos dias 12 e 13 de abril. Além da reunião entre os diretores gerais, no decorrer do evento, autoridades da Comunicação, da Tecnologia da Informação e da Escola Judiciária Eleitoral também participarão de reuniões segmentadas.

O presidente do Coptrel e do TRE-MT, desembargador Márcio Vidal participou da abertura do encontro dos diretores gerais, ocasião em que pediu a união de todos para o fortalecimento da Justiça Eleitoral.

“Minha preocupação é que haja integração e cooperação das áreas que são importantes para a administração dos Tribunais Regionais Eleitorais, como a Diretoria Geral, a Secretaria de Tecnologia e Informação, a Comunicação e a Escola Judiciária Eleitoral. Para chegar neste momento no qual estamos hoje, vários homens e mulheres tiveram que lutar. As dificuldades que estamos passando nos dias atuais outros países também passaram. Mas qual diferença? É que nesses países, homens e mulheres decidiram que tinham que mudar. Penso que é esse sentimento que predomina na nação brasileira. Há uma necessidade de termos ideias, dialogarmos e pensarmos numa perspectiva de uma sociedade com todos olhares: olhando o lado psíquico, o lado humano, o lado físico e também, não menos importante, o lado econômico. Por isso, o COPTREL criou com a diretoria e com aval dos presidentes, essas quatro áreas de discussões: Diretoria Geral, Tecnologia da Informação, Comunicação e Escola Judiciária Eleitoral, para que de forma cooperativa e integrativa, tenhamos realmente ações que venham consolidar o fortalecimento da Justiça Eleitoral”.

Jornalista: Andréa Martins Oliveira

Curta a página do TRE-MT no facebook: https://www.facebook.com/tremtoficial/

Acesse o Flickr do TRE-MT: https://www.flickr.com/photos/tre_mt/

Acompanhe o TRE-MT pelo Twitter: www.twitter.com/oficial_tremt


 

Últimas notícias postadas

Recentes